O que é uma Semijoia?

A semijoia é uma peça de adorno produzida em metal não nobre, sendo a maioria em latão, protegendo assim previamente de possíveis corrosões, recebe também um tratamento antialérgico com um verniz cataforético (nano cerâmico) e passa por um banho em metal nobre (Ouro 18k., Prata 1000 ou Rhodium) e não possuem níquel em sua formulação. Pode receber vários tipos de pedrarias como adornos, além do material convencional, pedras brasileiras (naturais) ou materiais sintéticos de um fino acabamento e maior durabilidade, um exemplo é a zircônia. Outra característica da semijoia é a garantia que acompanha a peça, uma semijoia de qualidade, sempre tem garantia nos processos de fabricação e banho, por um período nunca inferior a um ano. Apesar de ter garantia, toda semijoia deve receber um tratamento especial para prolongar sua vida útil, podendo assim desfrutar da mesma por mais tempo.

Por que as semijoias costumam escurecer com o decorrer do tempo?

  • As semijoias são particularmente sensíveis ao enxofre e ao cloro.
  • Esses elementos encontram-se na composição de variados produtos de uso doméstico como a água sanitária (contém cloro), pós antissépticos (contêm enxofre), as colas brancas (contêm enxofre), a água oxigenada cremosa (contém enxofre).
  • Alguns alimentos como ovos, cebola e maionese, fazem as pessoas com dietas ricas desse tipo de alimentos, eliminarem maiores quantidades de enxofre na transpiração, podendo acelerar o processo de escurecimento das suas semijoias.
  • O uso de luvas de látex e o contato com combustíveis fósseis também podem ocasionar o escurecimento das semijoias.
  • Para aumentar a durabilidade do brilho das semijoias, portanto, evite usá-las enquanto manusear esses tipos de produtos e alimentos.
  • Evite, também, guardá-las em caixas ou sacos colados com cola branca.
  • O maior responsável pelo escurecimento das semijoias, no entanto, é a poluição atmosférica especialmente nos locais de intenso tráfego de veículos, onde a emissão de gases de escapamento, contendo altos índices de enxofre é enorme.
  • Toda oxidação é superficial e deve-se: a reação do organismo, “stress”, suor ou contato com cosméticos, perfumes, gases etc., incompatíveis com determinados tipos de acabamentos utilizados nas semijoias.
  • Pessoas que possuem índices muito elevados de ácido úrico no corpo, que normalmente levam a alguns problemas de saúde, também poderão observar o escurecimento das semijoias que usam, em função disso. 
  • Semijoias sofrem oxidação naturalmente, portanto aconselhamos que sejam guardadas em local seco e ao abrigo da luz para que se prolongue por mais tempo sua cor natural.
  •  O contato de sua semijóia com substâncias químicas inadequadas à sua limpeza e manutenção, certamente produzirá alterações e deteriorações indesejadas em seu acabamento. Importante: Caso utilize esse tipo de produto para a limpeza das semijóias, a Garantia oferecida pela empresa não será válida para essa peça. 
  • Por isso, recomenda-se às pessoas que trabalham em hospitais, clínicas, laboratórios, consultórios, salões de beleza, etc., ter cuidado com mercúrio, iodo, soda cáustica, líquidos tinturados e outros.
  • Evite o contato das peças com cremes, pomadas, medicamentos e principalmente perfumes.

Como armazenar corretamente suas semijoias?

O primeiro passo é esquecer aquela imagem de um porta-joias repleto de peças, umas sobre as outras.

Elas devem ser acondicionadas uma a uma, ou em caixas adequadas para semijoias, ou então em saquinhos de plásticos bem fechados, evitando a entrada de ar, dessa forma, conservando e prolongando o brilho original das peças.

As semijoias podem sofrer alterações de sua cor com o decorrer do tempo. Este fenômeno é chamado de oxidação (escurecimento da semijoia), trata-se apenas de uma camada externa acumulada, que não afeta a sua qualidade, podendo ocorrer até mesmo com semijoias que ficam nas vitrines, sem nunca terem sido usadas. Isso ocorre porque durante o processo de produção as semijoias recebem outros componentes que chamamos de ligas, que são utilizados para atribuir maior solidez ao banho em Ouro ou Prata.

Limpando corretamente suas semijoias!

A) Jamais limpe suas semijoias com produtos abrasivos como Silvo, Braso, Sapólio, entre outros (esse produtos são indicados apenas para limpeza de peças maciças), pois vai desgastar ou corroer a camada de banho de metal nobre da suas peças. Será considerado como mau-uso da peça e a Garantia oferecida pela empresa não irá cobrir o dano. 

B) Utiliza água corrente e sabão neutro para limpar a peça. Seque-as com um pano seco ou flanela de algodão, ambos totalmente limpos, sem resquícios de quaisquer tipo de produtos.

c) Não tente dar brilho em suas semijoias utilizando esponjas de aço ou qualquer coisa semelhante, pois são demasiadamente abrasivas e destruirão o acabamento de suas peças. O ideal é usar uma flanela apropriada para limpeza de semijoias. Também será considerado como mau-uso e a garantia não cobrirá essa peça. 

Essas são apenas algumas pequenas dicas que a Lunozê Joias reuniu, para que você possa manter suas semijoias lindas como novas por muito mais tempo. 

Lunozê a Jóia da sua Vida!